Quem quer ser vice na eleição do ano que vem?

Redação Tarobá News
Política | Publicado em 10/09/2019 às 20:24

Os cabeças de chapas nas futuras coligações que disputarão a eleição de prefeito, em Cascavel, estão se tornando conhecidos. Leonaldo Paranhos (reeleição), Márcio Pacheco (disputando pela segunda vez a prefeitura), Edgar Bueno (tentando o quarto mandato), Paulo Porto (duas vezes vereador e ex-secretário municipal), Evandro Roman (ex-secretário estadual, um mandato cheio de deputado federal e suplente em exercício), Juarez Berté (empresário, advogado e ex-vereador),  Marcos Vinicius (professor, empresário e ex-secretário municipal)   Gugu Bueno (ex-presidente da  Câmara, suplente de deputado estadual e atual superintendente da Casa Civil), e Nelsinho Padovani (ex-vereador e empresário), aparecem entre os mais citados.

Vários figuram em pesquisas de tendência de voto e juram não ser possível recuarem das candidaturas majoritárias, mesmo ainda  faltando um ano até o pleito de 2020. Na verdade, poderão haver alterações, sim. Até aqui, nenhuma mulher enfeita o cenário. E o que dizer dos possíveis  interessados na disputa de vice? Eles existem e começam a receber menções nas rodas políticas dos bastidores. E, se não confirmam abertamente a disponibilidade, manifestam sinais de estarem atentos ao tema.

Paranhos figura como "a noiva" da hora. Entre os cogitados a formar dupla com ele, ressurge o atual vice Jorge Lange, licenciado porque convenceu a companheirada ser mais útil presidindo a Cohapar do Paraná, em Curitiba, na equipe de frente do governador Ratinho Júnior. "Sou soldado do partido", disse hoje (10), questionado pelo Portal Tarobá News  sobre o assunto. Por aqui, os empresários Renato Silva, dirigente do PRB, e Plínio Destro, suplente do senador Oriovisto Guimarães, são lembrados como potenciais parceiros de chapa do alcaide. Destro já concordou em deixar o PSC e, no próximo dia 20, ingressará no Podemos, assumindo a presidência. A lista de potenciais vices tem ainda o suplente de deputado estadual Gugu Bueno, embora nome forte do PL à sucessão no Executivo. Aparecem também os vereadores Rômulo Quintino, em vias de deixar o PSL, e Misael Júnior, com convites podendo resultar na saída dele do PSC. O Policial Madril, afastado sem remuneração e em tratamento de saúde, recebeu acenos para concorrer a prefeito ou vice. Até agora, optou em buscar o segundo mandato no Legislativo.



Relacionados

Política | 18-09-2019 13:01

Ex-executivo da Odebrecht que delatou Aécio e Lobão é encontrado morto no Rio

Ex-executivo da Odebrecht que delatou Aécio e Lobão é encontrado morto no Rio

Astorga | 18-09-2019 11:42

Justiça nega pedido de soltura de ex-prefeito de Astorga

Justiça nega pedido de soltura de ex-prefeito de Astorga

Ibiporã | 18-09-2019 09:40

Ex-prefeito e construtora vão pagar multa milionária após acordo com MP

Ex-prefeito e construtora vão pagar multa milionária após acordo com MP

Política | 18-09-2019 07:40

No último dia na PGR, Raquel Dodge contesta decisões de Bolsonaro

No último dia na PGR, Raquel Dodge contesta decisões de Bolsonaro