Goleiro falha, Arsenal vence Watford e assume o quarto lugar no Campeonato Inglês

Estadão Conteúdo
Futebol | Publicado em 15/04/2019 às 18:25

Foto: Arsenal Instagram

O Arsenal derrotou o Watford por 1 a 0, nesta segunda-feira, no campo do adversário, em jogo válido pela 33ª rodada do Campeonato Inglês. Com a vitória, o time de Londres volta a ocupar um posto na zona de classificação à Liga dos Campeões ao assumir a quarta posição, com 66 pontos, superando o Chelsea, quinto colocado, no saldo de gols (26 a 21). O Watford é o décimo, com 46 pontos.

A liderança é do Liverpool, com 85 pontos, dois à frente do vice-líder Manchester City, enquanto o Tottenham soma 67 na terceira posição. E o triunfo que deixou a equipe londrina logo abaixo destes três times na tabela foi importante para manter a confiança alta antes de voltar a encarar o Napoli, nesta quinta-feira, na Itália, no confronto de volta das quartas de final da Liga dos Campeões - na partida de ida, na Inglaterra, os donos da casa conseguiram abrir uma boa vantagem ao vencerem por 2 a 0.

Neste duelo desta segunda-feira, o Watford foi muito melhor que o Arsenal no primeiro tempo, apesar de dois erros individuais que prejudicaram muito o time da casa. Logo aos 9 minutos, o experiente goleiro Foster, de 36 anos, bobeou ao demorar para fazer uma reposição de bola com os pés e, ao tentar chutá-la, permitiu ao atacante Aubameyang chegar ao prensar a bola e abrir o placar.

Foi o 18º gol de Aubameyang no Inglês. Ele voltou a empatar na artilharia com Mané, do Liverpool, que balançou as redes por uma vez no domingo na vitória por 2 a 0 sobre o Chelsea. Nesta disputa o jogador gabonês só está atrás de Agüero, do Manchester City, e Salah, do Liverpool, ambos com 19 gols marcados.

Na saída de bola após a abertura do placar, o capitão Deeney foi o autor de outra bobagem pela equipe da casa ao dar uma cotovelada no uruguaio Torreira, que motivou o juiz Michael Oliver a aplicar o cartão vermelho direto ao jogador.

Mas quem esperou um Watford tímido após o gol sofrido e a expulsão, porém, se enganou. Em sua melhor campanha no Inglês desde a temporada 1986/1987, quando foi nono colocado, o Watford encarou o adversário de maior tradição de igual para igual e acumulou boas chances de marcar. Aos 19, Cathcart chutou forte e o goleiro alemão Leno apareceu bem. Aos 23, Gray fez bela jogada pela esquerda e cruzou para o meio da área, mas Doucouré chegou atrasado e facilitou o trabalho da zaga do Arsenal.

O Arsenal só conseguiu contactar um contra-ataque aos 25 minutos. Iwobi fugiu pela esquerda e bateu forte para boa defesa de Foster. Aos 31, Capoue cobrou bem uma falta da intermediária, mas Leno, mais uma vez, surgiu com muita elasticidade para salvar.

O Arsenal veio melhor para o segundo tempo. Aubameyang e Mikhitaryan tiveram várias oportunidades de gol, mas pararam em Foster, que se redimiu do erro no início do jogo.

O Watford não perdeu o entusiasmo e levou ainda mais perigo ao gol do time de Londres. Masina acertou um bomba de pé esquerdo de fora da área na junção da trave esquerda e o travessão, aos 16 minutos.

Aos 34, o fortíssimo Gray ganhou da zaga do Arsenal, passou pelo goleiro Leno e teve sua finalização salva em cima da linha. Aos 42, Aubameyang desperdiçou a sua última boa oportunidade de marcar, mas o triunfo por 1 a 0 garantiu os três pontos que os visitantes buscaram fora de casa.



Relacionados

Londrina | 25-04-2019 19:09

Londrina ganha por 2 a 1 do Bahia, mas é desclassificado da Copa do Brasil; veja lances

Londrina ganha por 2 a 1 do Bahia, mas é desclassificado da Copa do Brasil; veja lances

Futebol | 25-04-2019 19:00

Diretor da CBF vê base sem 'diretriz' e seleções 'desconectadas do País'

Diretor da CBF vê base sem 'diretriz' e seleções 'desconectadas do País'

Futebol | 25-04-2019 18:55

Atalanta bate Fiorentina de virada e vai pegar a Lazio na final da Copa da Itália

Atalanta bate Fiorentina de virada e vai pegar a Lazio na final da Copa da Itália

Futebol | 25-04-2019 17:25

Auditoria aprova as contas do Cruzeiro, mas com ressalva por venda de Arrascaeta

Auditoria aprova as contas do Cruzeiro, mas com ressalva por venda de Arrascaeta